Se vai de férias em família ou com amigos, alugar carro é uma opção particularmente económica, prática e cómoda. Aliás, quanto mais cedo reservar, melhor!

Por isso mesmo queremos partilhar consigo algumas dicas úteis que deverá ter em conta ao alugar carro. A primeira de todas, e a mais básica: leia o contrato de aluguer antecipadamente e com máxima atenção – especialmente os termos do seguro.

 

Combustível

Existem duas modalidades de abastecimento de combustível, cuja opção deverá constar no voucher ao alugar carro:

  • Full to full (preferível): no levantamento, o carro tem o depósito cheio e, ao devolver, o carro deverá ter o depósito igualmente cheio;
  • full to empty: no levantamento, o carro tem o depósito cheio e é cobrado ao cliente esse valor; no fim, o cliente deve devolver o carro com o depósito vazio (pois o combustível que sobrar não será reembolsado). O valor do combustível é pago ao balcão.

 

Seguro

Obrigatório e de responsabilidade civil – é o seguro «a terceiros», que cobre os danos que possamos causar a outros. Está incluído ao alugar o carro.

Caução – valor reservado (do seu cartão de crédito) como garantia à agência em caso de danos no momento da devolução do carro.

Franquia – montante pelo qual o cliente é responsável em caso de acidente. Assim, caso haja danos, o cliente paga uma parte e o seguro do automóvel cobre o remanescente. Varia consoante a localização e a categoria do veículo.

Outros/opcionais – contra roubo, vidros, pneus, etc. Também podem cobrir a franquia. Não estão incluídos no preço ao alugar carro e, caso o cliente opte por pedir um desses seguros, deverá fazê-lo ao balcão no levantamento do automóvel.

Nota: Geralmente é cobrada uma taxa extra a condutores com idade inferior a 25 anos.

 

Quilometragem

Existem as opções de quilometragem ilimitada ou limitada. Na primeira (preferível) não existe limite de quilómetros permitidos durante o aluguer. Em contrapartida, na segunda há um limite de quilómetros permitidos (verificação feita no período total e não diariamente). Caso se ultrapasse esse limite, é cobrado um valor extra.

 

No levantamento do carro

Ponto de recolha

Por norma é no centro da cidade ou num aeroporto e, por vezes, pode compensar fazer uns quilómetros a mais para levantar o veículo. Confirme o horário da agência, para garantir que o carro é entregue a horas e evitar que lhe seja faturado um dia a mais.

 

Veículo diferente do reservado

Nem sempre as companhias podem garantir que vai receber exatamente o carro que viu no site. No entanto, deverá pertencer à mesma categoria contratada e apresentar as mesmas características ao alugar o carro.

 

Quem pode levantar e conduzir o carro alugado?

Normalmente é obrigatório que seja a mesma pessoa que o reservou e pagou.

 

Documentos necessários

  • Carta de condução, emitida há mais de um ano (geralmente) e válida na CE;
  • Documento de Identificação: Passaporte, Bilhete de Identidade/C.C.;
  • Cartão de Crédito válido (com data de validade posterior à data de levantamento acordada). Mesmo na opção pré-pago, apresente um cartão de crédito para cobrir as despesas que não se encontram pré-pagas (extras, despesas de reabastecimento, depósito).
  • Eventualmente o Cartão de Contribuinte para residentes em território nacional;

 

Condições do carro

Antes de recolher a viatura, analise-a meticulosamente por dentro e por fora. Verifique os espelhos, os assentos, se há riscos ou peças soltas. Tire fotos por dentro e por fora, ou grave um vídeo ao redor do carro.

 

Devolução

Caso o ponto de entrega do carro seja diferente do ponto de recolha, em princípio será cobrado um valor extra, dada a logística que implica para a agência devolver o carro à devida sucursal.

 

Esperamos que estas dicas seja uma boa ajuda no processo de alugar carro!

Boas férias e, caso decida afinal viajar com o seu próprio carro, marque com a Gocarmat a sua revisão!

Copyright © GOCARMAT® | Rede de Oficinas Multimarca

logo-footer